A peça Jardim Zoológico de Vidro, de Tennessee Williams, estreia-se a 27 de Abril em Lisboa, com encenação de Jorge Silva Melo. Uma produção dos Artistas Unidos no Teatro da Politécnica, em Lisboa.

É a primeira vez que este texto de 1945 é representado em Portugal, de acordo com a base de dados do Centro de Estudos de Teatro da Faculdade de Letras de Lisboa. A encenação segue-se a Gata em Telhado de Zinco Quente (2014) e Doce Pássaro da Juventude (2015),  também dos Artistas Unidos.

Jardim Zoológico de Vidro (The Glass Menagerie), que se passa durante a Grande Depressão, é um texto autobiográfico sobre os fantasmas da homossexualidade, como tantas vezes acontece na obra de Tennessee Williams (1911-1983). A personagem do poeta Tom é o alter-ego do autor. “Poeta num mundo prosaico, refugia-se na sua escrita para se abstrair das verdades dolorosas da sua existência num apartamento delapidado de St. Louis”, lê-se na sinopse.

Com Isabel Muñoz Cardoso, João Pedro Mamede, José Mata e Vânia Rodrigues.

Bruno Horta

Advertisements